Em 2015 Eduardo Pellejero recolheu-se durante todo um ano para levar a cabo um experimento: dedicar os dias à contemplação do que é e aparece, sem ideias preconcebidas de um fim a alcançar. Segundo ele: “Deter-se para olhar alguma coisa é um gesto que carece de razão suficiente e parece prescindir de qualquer condição necessária. Não há lição das imagens.

As imagens vêm ao nosso encontro sem antecipação nem cálculo possível, a golpes de vista. Tendo isso enconta, e sem reservas mentais, tentei atender às solicitações do sensível e às variações do meu desejo, respeitando a sutil materialidade do que se oferecia aos meus sentidos e à imprevisibilidade dos voos aos que se arriscava a minha imaginação.

O resultado foi uma série de observações nas que se confundem, sem ordem nem precedência, questões que guardam relação com o poder das imagens e o exercício do olhar, a intrínseca singularidade do visível e o comum da sua intelecção, o tempo da arte e o espaço do museu – e, em última instância, com a minha vivência de tudo isso como espectador”.

“O que vi – Diário de um espectador comum”, é o livro que escreveu a partir dessa experiência, e “Alberto Greco, obra fora de catálogo”, o filme do qual participou durante o processo, são testemunhas dessa viagem íntima.

O intuito deste encontro é conversar sobre os procedimentos e as alternativas que estiveram em jogo nessas aventuras intelectuais, e debater sobre o paradoxo do espectador na arte, em suas representações e impasses contemporâneos.

A palestra é precedida da exibição do filme “Alberto Greco, obra fora de catálogo”, de Paula Pellejero.

Dia 5/4/18

Das 18h às 19h10 – Exibição do filme.

Das 19h30 às 21h30 – Palestra com Eduardo Pellejero. 

As inscrições pela internet, no site do CPF SESC, podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades do SESC. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

http://centrodepesquisaeformacao.sescsp.org.br/atividade/observacoes-de-um-espectador-comum

Conferência na PUC-SP 

Arte e resistência em tempos infernais. 

Dia 6 de abril de 2018. das 19h às 21h30. 

Auditório 100A. Campus Monte Alegre. 

Conferências de Eduardo Pellejero em São Paulo, 5 e 6 de abril de 2018